Psicologia das cores: Seus impactos e significados

Last modified date

Comments: 0

Na fotografia, saber trabalhar com as cores pode mudar drasticamente a mensagem que o fotógrafo quer passar. Que tal aprender um pouco sobre a relação entre psicologia das cores e o impacto transmitido pelos retratos?

Basicamente, psicologia das cores é uma teoria fortemente difundida no meio do Design que trata de aspectos psicológicos, fisiológicos, físicos, sensoriais e culturais e o impacto que as cores exercem em nós. Além do Design, é um assunto amplamente explorado na Publicidade, no Marketing e, óbviamente, na Fotografia.

As cores em si possuem combinações e camadas de ação que contribuem para moldar a mensagem final do profissional, refletindo não apenas um significado mas todo um contexto através de sensações. Pense numa música: existem notas, melodias, harmonias que resultam em uma canção que transmite diversos sentimentos. Com as cores é a mesma proposta.

Acompanhe abaixo as principais cores primárias e secundárias juntamente com seus significados e “expressões”:

CORES PRIMÁRIAS

• Vermelho: Cor das paixões, do amor e do ódio. Considerada a cor da felicidade, é a mais quente e ativa das cores. Expressa Urgência / Excitação / Agressividade;
• Azul: Cor preferida da maioria das pessoas, não existem sentimentos negativos quando o azul é predominante. Conhecida como cor da harmonia e confiança. Expressa Segurança / Fidelidade / Inteligência;
• Amarelo: Mais ambígua das cores, atinge tanto o otimismo quanto infidelidade. Expressa Energia / Iluminação / Criatividade.

CORES SECUNDÁRIAS

• Verde: Cor da fertilidade e natureza. Considerada a cor da juventude, associada aos tons encontrados na natureza. Expressa Crescimento / Cura / Saúde;
• Laranja: Conhecida como a cor do sabor, tem relação com aromas e sensações. Expressa Recreação / Transformação / Excentricidade;
• Violeta: Cor da espiritualidade, tem envolvimento com religiosidade. Expressa Nobreza / Singularidade / Extravagância.

PRETO E BRANCO

Quando falamos sobre cores luminosas, ambos não são considerados cores. Porém, quando combinadas com outros tons, podem distorcer ou inverter seus significados. Vermelho com preto, por exemplo, pode expressar ódio ao invés do amor padrão. O branco, por si só, é uma mistura de todas as cores, baseado na Teoria da Óptica. De maneira simplista, branco e preto são catalisadores de cores, direcionando a compreensão de cada tom tanto para um significado positivo quanto negativo.

O universo das cores é complexo e extremamente amplo, possuindo inúmeras interpretações de acordo com o sentimento do profissional e/ou da pessoa que esteja se baseando nesse modelo para atingir determinadas reações. Cada cor possui seus significados e tudo isso depende do ambiente de atuação. Quanto mais você souber sobre o objetivo de cada uma, mais fácil ficará de inserir isso em um contexto de imagem que queira alcançar ou repassar.

Com conhecimento, é possível obter resultados incríveis e comunicativos. Experimente!

fstop

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post comment